Avaliação: prática a favor dos alunos ou contra eles?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Avaliação: prática a favor dos alunos ou contra eles?

Mensagem  coordenacao em Qua Abr 27, 2011 5:12 pm

Leia o que o gestor da Escola Carlos Gomes diz acerca da avaliação escolar, reflita e discorra sobre aspectos que você considera mais problemáticos para a aprendizagem dos alunos. Justifique sua resposta.
Eu acho que a avaliação é algo muito importante na escola. Sem ela, não é possível manter a qualidade do ensino, uma vez que alunos desinteressados e pouco dedicados acabam ficando na escola, prejudicando os demais. Para mim, aluno ruim não tem lugar na escola. Ninguém em sã consciência, pode dizer que avaliou bem, se um aluno que não dominou os conteúdos previstos no currículo escolar da série que cursou passar para a seguinte. Se é, por exemplo, para aprender na 7ª série e o aluno, por uma ou outra razão, já sabia, então ótimo. Mas aprender na 8ª série o que deveria ter sido aprendido na 7ª série é o fim do mundo! Cria o maior problema para o professor, que fica sem tempo de dar a matéria prevista, por estar ensinando o que já deveria ter sido aprendido.
Além disso, tem outro problema. Se você passa de ano gente que não deveria, você acaba trabalhando com turmas heterogêneas: alunos que sabem pouco misturados com alunos que sabem muito. Nada pior do que isso! É encrenca na certa para a escola e, em especial, para o professor. Ele acaba tendo que se multiplicar por dez, vinte, quarenta , e você pensa que o resultado é bom? Claro que não, porque é humanamente impossível se desdobrar em quarenta. Turmas heterogêneas promovem ainda a indisciplina, porque enquanto se está ensinando os que não sabem, os mais adiantados estão sem fazer nada, só bagunça.
Quer saber? Mesmo para o aluno, se ele é um aluno fraco , é bom para ele repetir de ano: vai ter mais maturidade para valorizar a escola, vai poder rever os conteúdos com mais calma e, em especial, vai perceber que a escola não é lugar de brincadeiras e que estudar é coisa séria. Se todos os alunos passarem de ano, os que têm o mérito de se empenhar, de estudar com afinco, de fazer bonito vão se desmotivar. E o preguiçoso, o desmotivado, o faltoso, estes acabam sendo premiados. Vão pensar assim: por que é que vou estudar, se no final todo mundo passa de ano da mesma forma? Aí virou farra!
E sabe da pior? Se a avaliação não servir para separar o bom do mau aluno, para mostrar que a escola tem critérios e que eles devem ser cumpridos, então é melhor desistir de ensinar e passar a brincar de escola, porque não há como manter a autoridade do professor. Como é que ele vai fazer os alunos estudarem, se ninguém mais tem medo das consequências da avaliação? Os pais também querem que a avaliação seja bem rigorosa. Quem é que quer filho na escola, sem aprender? Na nossa escola, a avaliação é para valer, e só passa de ano quem realmente conquistar o direito de frequentar a série seguinte. Esse negócio de avaliar só para empurrar aluno para frente, independentemente do que sabem ou conhecem, não tem vez aqui,não.




coordenacao
Admin

Mensagens: 5
Pontos: 1303
Data de inscrição: 26/04/2011

Ver perfil do usuário http://coordenacaojc.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

resposta avaliação

Mensagem  SOLANGE NAVARRO FABBRI em Sex Abr 29, 2011 10:28 am

Penso ser um desabafo do gestor e uma idéia errônea da proposta de progressão continuada. Os agentes responsáveis pela educação em especial nós professores e equipe gestora temos enfrentado a dificuldade de motivação, comprometimento e interesse de nossos alunos. Mas isto não significa que o processo de ensino aprendizagem seja algo empurrado ou sem sentido. Temos que entender a importância de mensurar um conceito extremamente relativo e individual, que requer a sensibilidade do professor em identificar o ritmo e a metodologia adequada para o aluno, para com a classe/série. No nosso dia a dia esbarramos com o excesso de trabalho, excesso de papéis e falta de tempo para definirmos objetivamente aquilo que queremos que o aluno domine no mínimo. Isto requer estudo, tempo e principalmente dominio de conteúdo. Muitas vezes o professor realiza atividades automaticamente sem refletir especificamente aquilo que ele almeja, isto não é incapacidade e sim falta de treino para pensar e refletir e de se auto avaliar. Entendo que todos somos capazes de almejar a melhoria da qualidade de ensino, do mesmo jeito que o aluno tem que ter vontade de aprender, nós equipe gestora e educacional temos que querer encontrar este caminho que torne nossa escola, nossa educação mais interessante e contextualizada para que o aluno entenda o que faz aqui. É na diversidade é que revelamos idéias e trocamos experiências enriquecedoras.

SOLANGE NAVARRO FABBRI

Mensagens: 1
Pontos: 1275
Data de inscrição: 29/04/2011
Idade: 46
Localização: Brodowski

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação é um processo que deve seguir naturalmente o aprendizado do aluno.

Mensagem  Izilda em Sab Abr 30, 2011 9:46 am

A avaliação é um processo que deve seguir naturalmente o aprendizado do aluno.Para o professor é necessário porque ele pode saber onde o aluno chegou e onde é preciso voltar para sanar as dúvidas .Mas muitas pessoas acham que a avaliação é uma forma de punir os alunos que não estudam,mas precisamos perceber que hoje devido a quantidade de informações que o ser humano está recebendo alguma coisa deve ficar.Quanto a indisciplina e o aprendizado ,tenho notado que apesar do barulho ainda assim é possível aprender.Muitas vezes penso que tudo passa tão rapidamente que não há concentração,mas mesmo assim vejo que é possível compreender o assunto quando é do interesse do aluno.Ficar exigindo muitos detalhes para a avaliação não significa aprofundamento dos assuntos tratados.O importante é que o aluno deva ter o conhecimento básico e, a partir dele segundo o seu interesse haverá um aprofundamento,porque existem alunos que gostam mais de uma disciplina que outra e ,naquela pode ter mais facilidade e interesse,segurar um aluno na mesma série para melhorar,não acho muito válido, do jeito que o mundo está atualmente precisamos ensinar muito mais como viver socialmente e respeitar os colegas e as pessoas de modo geral, percebendo que há uma hierarquia em todos os segmentos, em sua casa ,na escola , na sociedade etc,passando valores que muitos deles desconhecem,como amar si mesmo e o próximo,mostrar que a vida não se resume apenas estudar é preciso cuidar de si e da família e do ambiente onde vive,se cada um cuidar do seu espaço tudo ficará melhor.Existem estágios de aprendizado e é necessário respeitá-los.

Izilda

Mensagens: 1
Pontos: 1275
Data de inscrição: 29/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação Contra ou a Favor dos Alunos

Mensagem  Maria Carolina em Seg Maio 02, 2011 10:26 pm

A avaliação é uma ferramenta que para nós professores é de grande importância, pois, nos mostra como o aluno se encontra no processo de ensino aprendizagem.Em relação ao texto lido, percebemos que o gestor tem uma idéia convergente sobre a avaliação, se pensarmos que todos temos condições em aprender,observamos que temos que criar condições favoráveis para que o aluno realmente aprenda, não só com um tipo de avaliação, mas com vários instrumentos de avaliação, cada indivíduo tem facilidade em certas habilidades e competências. Portanto, o professor deve conhecer muito bem sua sala, seus alunos, os conteúdos propostos, seus objetivos e variar suas estratégias em sala de aula para melhor avaliá-los e ter sucesso na aprendizagem dos mesmos.
A avaliação deve ser sempre a favor dos alunos, chega de usarmos a avaliação como castigo, apenas penso que a escola deva estruturar melhor os períodos destas, criar condições para que as famílias participem da vida escolar de seus filhos orientando-os como valorizá-los em casa nos deveres escolares, valorizar os alunos alunos que se destacam incentivando-os sempre.
Este é nosso papel de educadores, formadores, estamos vinculados tanto com equipe gestora como com nossos alunos, esta ligação tem que ser harmônica para que possamos obter sucesso em nosso trabalho.

Maria Carolina

Mensagens: 4
Pontos: 1278
Data de inscrição: 29/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação: Eis o desafio!

Mensagem  Márcia Fernandes em Seg Maio 09, 2011 4:49 pm

Os alunos precisam ser avaliados, porém isso depende de como é feito. Ha décadas discutem -se formas variadas do processo, todavia as escolas patinam e tudo continua como na época dos jesuítas, ou seja, bem arcaico.
Pois bem, como diz o escritor Rubem Alves o objetivo da avaliação é ajudar o aluno a corrigir o curso do pensamento dele para que, assim, ele possa pensar de maneira eficaz e prática. Agora, será que cobrança, depósito, aplicação, mecanismos, eficiência, enfim a tal da educação bancária, de fato é a correta como apregoa o gestor ?
Penso que não, pois pouco tempo depois da avaliação o aluno esquece praticamente tudo e aí a avaliação que deveria ser meio se torna fim. Esses meios avaliativos ultrapassados persistem porque ainda se ensina assim, mesmo quando certos discursos apontam para a modernização do ensino.
A pedagogia moderna mostra que ensinar - tal como avaliar- é também acompanhar o desenvolvimento de raciocínio e a elaboração de hipóteses dos alunos. Assim, não se massifica a educação escolar apenas colocando 45 jovens em uma sala de aula, mas exigindo - se repetição e condicionamento, e não reflexão, mesmo com 15 alunos na classe.
Talvez o problema seja que nós professores fomos formados nesse padrão didático e é isso que sabemos fazer, no entanto estamos abertos à pedagogia moderna a qual defende um diagnóstico dos estágios de desenvolvimento do pensamento em cada aluno e dos avanços obtidos em cada etapa da aprendizagem; zela por continuidade e coerência na aplicação dos instrumentos de avaliação; aceita os erros como etapa necessária ao desenvolvimento cognitivo ; dialoga constantemente com os alunos, discutindo e explicitando critérios da ação educativa; valoriza as habilidades cognitivas e revisa as práticas insatisfatórias .
coordenacao escreveu:Leia o que o gestor da Escola Carlos Gomes diz acerca da avaliação escolar, reflita e discorra sobre aspectos que você considera mais problemáticos para a aprendizagem dos alunos. Justifique sua resposta.
Eu acho que a avaliação é algo muito importante na escola. Sem ela, não é possível manter a qualidade do ensino, uma vez que alunos desinteressados e pouco dedicados acabam ficando na escola, prejudicando os demais. Para mim, aluno ruim não tem lugar na escola. Ninguém em sã consciência, pode dizer que avaliou bem, se um aluno que não dominou os conteúdos previstos no currículo escolar da série que cursou passar para a seguinte. Se é, por exemplo, para aprender na 7ª série e o aluno, por uma ou outra razão, já sabia, então ótimo. Mas aprender na 8ª série o que deveria ter sido aprendido na 7ª série é o fim do mundo! Cria o maior problema para o professor, que fica sem tempo de dar a matéria prevista, por estar ensinando o que já deveria ter sido aprendido.
Além disso, tem outro problema. Se você passa de ano gente que não deveria, você acaba trabalhando com turmas heterogêneas: alunos que sabem pouco misturados com alunos que sabem muito. Nada pior do que isso! É encrenca na certa para a escola e, em especial, para o professor. Ele acaba tendo que se multiplicar por dez, vinte, quarenta , e você pensa que o resultado é bom? Claro que não, porque é humanamente impossível se desdobrar em quarenta. Turmas heterogêneas promovem ainda a indisciplina, porque enquanto se está ensinando os que não sabem, os mais adiantados estão sem fazer nada, só bagunça.
Quer saber? Mesmo para o aluno, se ele é um aluno fraco , é bom para ele repetir de ano: vai ter mais maturidade para valorizar a escola, vai poder rever os conteúdos com mais calma e, em especial, vai perceber que a escola não é lugar de brincadeiras e que estudar é coisa séria. Se todos os alunos passarem de ano, os que têm o mérito de se empenhar, de estudar com afinco, de fazer bonito vão se desmotivar. E o preguiçoso, o desmotivado, o faltoso, estes acabam sendo premiados. Vão pensar assim: por que é que vou estudar, se no final todo mundo passa de ano da mesma forma? Aí virou farra!
E sabe da pior? Se a avaliação não servir para separar o bom do mau aluno, para mostrar que a escola tem critérios e que eles devem ser cumpridos, então é melhor desistir de ensinar e passar a brincar de escola, porque não há como manter a autoridade do professor. Como é que ele vai fazer os alunos estudarem, se ninguém mais tem medo das consequências da avaliação? Os pais também querem que a avaliação seja bem rigorosa. Quem é que quer filho na escola, sem aprender? Na nossa escola, a avaliação é para valer, e só passa de ano quem realmente conquistar o direito de frequentar a série seguinte. Esse negócio de avaliar só para empurrar aluno para frente, independentemente do que sabem ou conhecem, não tem vez aqui,não.




Márcia Fernandes

Mensagens: 3
Pontos: 1275
Data de inscrição: 04/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliar em Educação Física

Mensagem  Flavia Capeleti em Seg Maio 09, 2011 5:59 pm

Particularmente, ao longo do meu trabalho docente mudei várias vezes minhas estratégias de avaliação. Considero a avaliação um processo importante mas muito complexo. No início a prática era o foco principal mas depois da implementação do currículo e com o uso de um material organizado para as aulas de Educação Física comecei perceber as dificuldades de alguns alunos em expressar os conhecimentos práticos através dos registros escritos e da oralidade. Conclusão:Em Educação Física saber fazer não implica necessariamente em aprendizagem completa, pois são vários os exemplos de alunos que são ótimos na prática, suas habilidades motoras são bem desenvolvidas mas na teoria não conseguem expressar suas qualidades.O inverso também acontece nesse caso. A partir disso, acho que avaliar em Educação Física é um conjunto de observações que envolvem além das questões motoras,também a escrita, a interpretação, a tomada de decisões, a mudança de hábitos e outros fatores que considero relevantes como respeito às diferenças e cooperação. Digo isso pois nas aulas práticas de Educação Física as ações dos alunos estão expostas para o restante da turma e isso ás vezes se torna um empecilho para o aprendizado de alguns, que são mais tímidos e inseguros com relação ao seu próprio corpo.


Última edição por Flavia Capeleti em Seg Maio 16, 2011 8:18 pm, editado 3 vez(es)

Flavia Capeleti

Mensagens: 4
Pontos: 1273
Data de inscrição: 04/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação enganosa

Mensagem  Ana Luísa em Seg Maio 09, 2011 6:16 pm

De acordo com texto proposto a avaliação é um instrumento importante para saber o que seu aluno aprendeu e principalmente com ferramente de tomada de decisões para adaptar o planejamento que é flexivel. Infelizmente na rede publica a progressão contínuada torna a avaliação enganosa, pois o aluno ao final do ciclo pode ser reprovado e na maioria das vezes isso não acontece pois isso vai contra as metas da educação e o indices da escola.
coordenacao escreveu:Leia o que o gestor da Escola Carlos Gomes diz acerca da avaliação escolar, reflita e discorra sobre aspectos que você considera mais problemáticos para a aprendizagem dos alunos. Justifique sua resposta.
Eu acho que a avaliação é algo muito importante na escola. Sem ela, não é possível manter a qualidade do ensino, uma vez que alunos desinteressados e pouco dedicados acabam ficando na escola, prejudicando os demais. Para mim, aluno ruim não tem lugar na escola. Ninguém em sã consciência, pode dizer que avaliou bem, se um aluno que não dominou os conteúdos previstos no currículo escolar da série que cursou passar para a seguinte. Se é, por exemplo, para aprender na 7ª série e o aluno, por uma ou outra razão, já sabia, então ótimo. Mas aprender na 8ª série o que deveria ter sido aprendido na 7ª série é o fim do mundo! Cria o maior problema para o professor, que fica sem tempo de dar a matéria prevista, por estar ensinando o que já deveria ter sido aprendido.
Além disso, tem outro problema. Se você passa de ano gente que não deveria, você acaba trabalhando com turmas heterogêneas: alunos que sabem pouco misturados com alunos que sabem muito. Nada pior do que isso! É encrenca na certa para a escola e, em especial, para o professor. Ele acaba tendo que se multiplicar por dez, vinte, quarenta , e você pensa que o resultado é bom? Claro que não, porque é humanamente impossível se desdobrar em quarenta. Turmas heterogêneas promovem ainda a indisciplina, porque enquanto se está ensinando os que não sabem, os mais adiantados estão sem fazer nada, só bagunça.
Quer saber? Mesmo para o aluno, se ele é um aluno fraco , é bom para ele repetir de ano: vai ter mais maturidade para valorizar a escola, vai poder rever os conteúdos com mais calma e, em especial, vai perceber que a escola não é lugar de brincadeiras e que estudar é coisa séria. Se todos os alunos passarem de ano, os que têm o mérito de se empenhar, de estudar com afinco, de fazer bonito vão se desmotivar. E o preguiçoso, o desmotivado, o faltoso, estes acabam sendo premiados. Vão pensar assim: por que é que vou estudar, se no final todo mundo passa de ano da mesma forma? Aí virou farra!
E sabe da pior? Se a avaliação não servir para separar o bom do mau aluno, para mostrar que a escola tem critérios e que eles devem ser cumpridos, então é melhor desistir de ensinar e passar a brincar de escola, porque não há como manter a autoridade do professor. Como é que ele vai fazer os alunos estudarem, se ninguém mais tem medo das consequências da avaliação? Os pais também querem que a avaliação seja bem rigorosa. Quem é que quer filho na escola, sem aprender? Na nossa escola, a avaliação é para valer, e só passa de ano quem realmente conquistar o direito de frequentar a série seguinte. Esse negócio de avaliar só para empurrar aluno para frente, independentemente do que sabem ou conhecem, não tem vez aqui,não.




Ana Luísa

Mensagens: 2
Pontos: 1266
Data de inscrição: 09/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

a avaliação escolar

Mensagem  Marcelo Lázari em Seg Maio 09, 2011 6:42 pm

A avaliação é muito importante para a escola, para manter a qualidade do ensino. O professor tem que conhecer o aluno em todos os aspectos e estar por dentro do currículo escolar,não é usar a avaliação como forma de punição é usar a avaliação para saber se o aluno conseguiu dominar as habilidades e competências previstas dentro do currículo escolar e aqueles que não conseguirem o professor como mediador deve detectar quais suas maiores dificuldades, cabe aí ao professor conhecer a sua sala, seus alunos, os conteúdos, os objetivos, enfim, utilizar uma estratégia para melhor avaliá-los.

Marcelo Lázari

Mensagens: 5
Pontos: 1270
Data de inscrição: 09/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A importancia da avaliação

Mensagem  Juliano Fagionato em Ter Maio 10, 2011 9:44 am

coordenacao escreveu:Leia o que o gestor da Escola Carlos Gomes diz acerca da avaliação escolar, reflita e discorra sobre aspectos que você considera mais problemáticos para a aprendizagem dos alunos. Justifique sua resposta.
Eu acho que a avaliação é algo muito importante na escola. Sem ela, não é possível manter a qualidade do ensino, uma vez que alunos desinteressados e pouco dedicados acabam ficando na escola, prejudicando os demais. Para mim, aluno ruim não tem lugar na escola. Ninguém em sã consciência, pode dizer que avaliou bem, se um aluno que não dominou os conteúdos previstos no currículo escolar da série que cursou passar para a seguinte. Se é, por exemplo, para aprender na 7ª série e o aluno, por uma ou outra razão, já sabia, então ótimo. Mas aprender na 8ª série o que deveria ter sido aprendido na 7ª série é o fim do mundo! Cria o maior problema para o professor, que fica sem tempo de dar a matéria prevista, por estar ensinando o que já deveria ter sido aprendido.
Além disso, tem outro problema. Se você passa de ano gente que não deveria, você acaba trabalhando com turmas heterogêneas: alunos que sabem pouco misturados com alunos que sabem muito. Nada pior do que isso! É encrenca na certa para a escola e, em especial, para o professor. Ele acaba tendo que se multiplicar por dez, vinte, quarenta , e você pensa que o resultado é bom? Claro que não, porque é humanamente impossível se desdobrar em quarenta. Turmas heterogêneas promovem ainda a indisciplina, porque enquanto se está ensinando os que não sabem, os mais adiantados estão sem fazer nada, só bagunça.
Quer saber? Mesmo para o aluno, se ele é um aluno fraco , é bom para ele repetir de ano: vai ter mais maturidade para valorizar a escola, vai poder rever os conteúdos com mais calma e, em especial, vai perceber que a escola não é lugar de brincadeiras e que estudar é coisa séria. Se todos os alunos passarem de ano, os que têm o mérito de se empenhar, de estudar com afinco, de fazer bonito vão se desmotivar. E o preguiçoso, o desmotivado, o faltoso, estes acabam sendo premiados. Vão pensar assim: por que é que vou estudar, se no final todo mundo passa de ano da mesma forma? Aí virou farra!
E sabe da pior? Se a avaliação não servir para separar o bom do mau aluno, para mostrar que a escola tem critérios e que eles devem ser cumpridos, então é melhor desistir de ensinar e passar a brincar de escola, porque não há como manter a autoridade do professor. Como é que ele vai fazer os alunos estudarem, se ninguém mais tem medo das consequências da avaliação? Os pais também querem que a avaliação seja bem rigorosa. Quem é que quer filho na escola, sem aprender? Na nossa escola, a avaliação é para valer, e só passa de ano quem realmente conquistar o direito de frequentar a série seguinte. Esse negócio de avaliar só para empurrar aluno para frente, independentemente do que sabem ou conhecem, não tem vez aqui,não.


Na minha opinião a avaliaçaõ é muito importante para a escola. Pois, nela se encontra como esta o nivel da aprendizagem dos alunos e depois os gestores juntos com os professores uma forma de reverter essa situação.
Para haver uma mudança, nos como membros da comunidade escolar, devemos discutir e estudar como reverter essa situação, onde todos ganham, o corpo docente e os alunos, melhorando assim a qualidade de ensino oferecido.
[center]

Juliano Fagionato

Mensagens: 5
Pontos: 1273
Data de inscrição: 04/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma avaliação reflexiva

Mensagem  Liliana em Ter Maio 10, 2011 11:06 am

A avaliação é, sem dúvida, uma importante etapa em nosso trabalho de educar. Ela deve servir de parâmetros para a reflexão sobre o que se conquistou na aprendizagem do aluno, quando é hora de recomeçar e quando é hora de seguir em frente. Os alunos devem pensar sobre o seu nível de aquisição de conhecimento, o que não conseguiram processar e em que conteúdos devem demandar mais esforços e estudos. Os professores devem repensar suas práticas pedagógicas em função das aprendizagens conquistadas por seus alunos, deve diagnosticar todas as necessidades para, assim, intervir de forma efetiva e positiva na aprendizagem. Saber ouvir e prestar atenção às reações dos alunos é essencial para termos um diagnóstico mais expressivo da realidade. O grupo gestor deve estar atento ao que o resultado das avaliações diz, deve acompanhar o nível de aprendizagem dos alunos e apoiar a equipe toda para a melhoria do processo educativo.

Liliana

Mensagens: 3
Pontos: 1267
Data de inscrição: 09/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

avaliar o aluno...

Mensagem  Izildinha em Ter Maio 10, 2011 5:53 pm

Avaliar é muito importante e necessário para medir : o ensino aprendizagem do aluno, a credibilidade da imagem da escola e pode aprimorar o professor como profissional. O aluno lê, escreve, pensa , produz e expõe seu pensamento todos os dias, ou seja, aprende continuamente e durante essa caminhada o professor pode resgatar conteúdos de séries anteriores para depois aprofundar esse conhecimento, portanto , discordo do pensamento do gestor, lugar do aluno é na escola e não é necessário retenção dele , sendo que ele terá outras oportunidades para aprender.
coordenacao escreveu:Leia o que o gestor da Escola Carlos Gomes diz acerca da avaliação escolar, reflita e discorra sobre aspectos que você considera mais problemáticos para a aprendizagem dos alunos. Justifique sua resposta.
Eu acho que a avaliação é algo muito importante na escola. Sem ela, não é possível manter a qualidade do ensino, uma vez que alunos desinteressados e pouco dedicados acabam ficando na escola, prejudicando os demais. Para mim, aluno ruim não tem lugar na escola. Ninguém em sã consciência, pode dizer que avaliou bem, se um aluno que não dominou os conteúdos previstos no currículo escolar da série que cursou passar para a seguinte. Se é, por exemplo, para aprender na 7ª série e o aluno, por uma ou outra razão, já sabia, então ótimo. Mas aprender na 8ª série o que deveria ter sido aprendido na 7ª série é o fim do mundo! Cria o maior problema para o professor, que fica sem tempo de dar a matéria prevista, por estar ensinando o que já deveria ter sido aprendido.
Além disso, tem outro problema. Se você passa de ano gente que não deveria, você acaba trabalhando com turmas heterogêneas: alunos que sabem pouco misturados com alunos que sabem muito. Nada pior do que isso! É encrenca na certa para a escola e, em especial, para o professor. Ele acaba tendo que se multiplicar por dez, vinte, quarenta , e você pensa que o resultado é bom? Claro que não, porque é humanamente impossível se desdobrar em quarenta. Turmas heterogêneas promovem ainda a indisciplina, porque enquanto se está ensinando os que não sabem, os mais adiantados estão sem fazer nada, só bagunça.
Quer saber? Mesmo para o aluno, se ele é um aluno fraco , é bom para ele repetir de ano: vai ter mais maturidade para valorizar a escola, vai poder rever os conteúdos com mais calma e, em especial, vai perceber que a escola não é lugar de brincadeiras e que estudar é coisa séria. Se todos os alunos passarem de ano, os que têm o mérito de se empenhar, de estudar com afinco, de fazer bonito vão se desmotivar. E o preguiçoso, o desmotivado, o faltoso, estes acabam sendo premiados. Vão pensar assim: por que é que vou estudar, se no final todo mundo passa de ano da mesma forma? Aí virou farra!
E sabe da pior? Se a avaliação não servir para separar o bom do mau aluno, para mostrar que a escola tem critérios e que eles devem ser cumpridos, então é melhor desistir de ensinar e passar a brincar de escola, porque não há como manter a autoridade do professor. Como é que ele vai fazer os alunos estudarem, se ninguém mais tem medo das consequências da avaliação? Os pais também querem que a avaliação seja bem rigorosa. Quem é que quer filho na escola, sem aprender? Na nossa escola, a avaliação é para valer, e só passa de ano quem realmente conquistar o direito de frequentar a série seguinte. Esse negócio de avaliar só para empurrar aluno para frente, independentemente do que sabem ou conhecem, não tem vez aqui,não.




Izildinha

Mensagens: 2
Pontos: 1276
Data de inscrição: 29/04/2011
Idade: 60
Localização: Serrana

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação não deve ser punição

Mensagem  Renata Honório em Ter Maio 10, 2011 6:09 pm

Avaliar é medir o quanto foi compreendido pelo aluno. Avaliação não deve ser punição. Às vezes temos a impressão de que os alunos não estão entendendo nada e na verdade eles compreenderam muito e, em outras, ocorre justamente o contrário.
Mas também entendo o que diz o gestor, quando ele diz que muitos alunos estão perdendo o interesse pelos estudos. Muitos alunos não têm persperctivas de um futuro melhor, ou não acreditam que essa melhora esteja vinculada à educação. O que precisamos é estimular a aprendizagem e desmistificar a avaliação.
[/
quote]

Renata Honório

Mensagens: 3
Pontos: 1266
Data de inscrição: 10/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Avaliação: prática a favor dos alunos ou contra eles?

Mensagem  Maria Inês em Ter Maio 10, 2011 7:58 pm

A Importância da Avaliação




A avaliação é muito importante, com ela podemos medir os conhecimentos de certos alunos, pois alguns ao ser avaliado não mostra o que sabe, ficando nervoso, não consegue lembra o que estudou. Por isso eu acho que a avaliação deve ser diária e acumulativa, aproveitando tudo que o aluno oferecer para ser avaliado.
coordenacao escreveu:Leia o que o gestor da Escola Carlos Gomes diz acerca da avaliação escolar, reflita e discorra sobre aspectos que você considera mais problemáticos para a aprendizagem dos alunos. Justifique sua resposta.
Eu acho que a avaliação é algo muito importante na escola. Sem ela, não é possível manter a qualidade do ensino, uma vez que alunos desinteressados e pouco dedicados acabam ficando na escola, prejudicando os demais. Para mim, aluno ruim não tem lugar na escola. Ninguém em sã consciência, pode dizer que avaliou bem, se um aluno que não dominou os conteúdos previstos no currículo escolar da série que cursou passar para a seguinte. Se é, por exemplo, para aprender na 7ª série e o aluno, por uma ou outra razão, já sabia, então ótimo. Mas aprender na 8ª série o que deveria ter sido aprendido na 7ª série é o fim do mundo! Cria o maior problema para o professor, que fica sem tempo de dar a matéria prevista, por estar ensinando o que já deveria ter sido aprendido.
Além disso, tem outro problema. Se você passa de ano gente que não deveria, você acaba trabalhando com turmas heterogêneas: alunos que sabem pouco misturados com alunos que sabem muito. Nada pior do que isso! É encrenca na certa para a escola e, em especial, para o professor. Ele acaba tendo que se multiplicar por dez, vinte, quarenta , e você pensa que o resultado é bom? Claro que não, porque é humanamente impossível se desdobrar em quarenta. Turmas heterogêneas promovem ainda a indisciplina, porque enquanto se está ensinando os que não sabem, os mais adiantados estão sem fazer nada, só bagunça.
Quer saber? Mesmo para o aluno, se ele é um aluno fraco , é bom para ele repetir de ano: vai ter mais maturidade para valorizar a escola, vai poder rever os conteúdos com mais calma e, em especial, vai perceber que a escola não é lugar de brincadeiras e que estudar é coisa séria. Se todos os alunos passarem de ano, os que têm o mérito de se empenhar, de estudar com afinco, de fazer bonito vão se desmotivar. E o preguiçoso, o desmotivado, o faltoso, estes acabam sendo premiados. Vão pensar assim: por que é que vou estudar, se no final todo mundo passa de ano da mesma forma? Aí virou farra!
E sabe da pior? Se a avaliação não servir para separar o bom do mau aluno, para mostrar que a escola tem critérios e que eles devem ser cumpridos, então é melhor desistir de ensinar e passar a brincar de escola, porque não há como manter a autoridade do professor. Como é que ele vai fazer os alunos estudarem, se ninguém mais tem medo das consequências da avaliação? Os pais também querem que a avaliação seja bem rigorosa. Quem é que quer filho na escola, sem aprender? Na nossa escola, a avaliação é para valer, e só passa de ano quem realmente conquistar o direito de frequentar a série seguinte. Esse negócio de avaliar só para empurrar aluno para frente, independentemente do que sabem ou conhecem, não tem vez aqui,não.




Maria Inês

Mensagens: 4
Pontos: 1271
Data de inscrição: 10/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliar ato crucial

Mensagem  Adriana Wenceslau Campos em Qua Maio 11, 2011 7:57 am

Penso, que o ato de avaliar é algo bastante complexo, que exige conhecimento prévio do professor em relação a que se pergunta, ou o que se quer avaliar, e do aluno os entendimentos e aprendizados adquiridos ( pelo menos supostamente). Quanto ao texto, há tempo não lia algo tão claro e possivelmente tão simples. O autor demonstra ter conceitos equivocados á respeito de avaliação e progressão continuada.Avaliar com o objetivo de favorecer o aluno a mudar a maneira de pensar e melhor entender, aí sim, contribuirá para o progresso e aprendizado individual de cada um, e não como forma de castigo e nem tampouco vista como algo que empurra o aluno para a série subsequente. A avaliação, continua sendo importante para mensurar a qualidade de ensino e para aprimorar nossa metodologia de como ensinar novamente determinados conteúdos, repensando nossa prática pedagógica.


[/quote]

Adriana Wenceslau Campos

Mensagens: 4
Pontos: 1279
Data de inscrição: 28/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

reflexão sobre a avaliação

Mensagem  Marcelo Lázari em Seg Maio 30, 2011 8:46 pm

Concordo com a Solange quando relata a falta de motivação, comprometimento e interesses por parte dos alunos e que apesar de todas essas dificuldades todos somos capazes de almejar a melhoria da qualidade de ensino e também com a colega Izilda quando ela escreve que primeiro o aluno tem que ter conhecimento básicos para depois dele um aproveitamento mais complexo, obedecendo e respeitando os estágios de aprendizado

Marcelo Lázari

Mensagens: 5
Pontos: 1270
Data de inscrição: 09/05/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum